O que é preciso para ir à Índia?

//O que é preciso para ir à Índia?

O que é preciso para ir à Índia?

Diria que o mais importante é o desejo de crescer. A Índia proporciona excelentes oportunidades de crescimento pessoal, só precisamos de uma boa dose de aceitação para que esse crescimento dê frutos.

Lembro-me que da primeira vez que fui à Índia, passei muito tempo a pesquisar fóruns e páginas na Internet na tentativa de me preparar o melhor possível para o desconhecido.

Há aspetos importantes na preparação da viagem que não devem ser descurados, mas o mais importante é não ir com preconceitos na bagagem, estar disponível para abraçar o desconhecido, o imponderável, ter capacidade de adaptação, descobrir no intercâmbio com outros viajantes e com a população local novas possibilidades que não estavam ao alcance da nossa preparação prévia.

Embora seja útil ter um esboço base de onde se quer ir e o que se quer fazer, é muitas vezes no local que se descobrem alternativas mais interessantes e muitas vezes melhor adaptadas ao nosso objetivo. Um esboço base significa também a necessidade de ter um conhecimento mínimo dos hábitos e costumes dos locais que vamos visitar, da rede de transportes e da melhor forma de a usar, dos hábitos alimentares e dos cuidados básicos a ter em conta.

Para ir à Índia é preciso visto. Atualmente ele é passado por um período de 6 meses a contar da data de emissão e com múltiplas entradas, o que quer dizer que se durante esse período de 6 meses quisermos voltar à Índia, não precisamos de voltar a tirar o visto. Através deste link: http://www.indembassy-lisbon.org/pt/visa_how_to_apply_pt.html podem dar início ao processo. Para quem não mora em Lisboa, todo o processo pode ser feito online e por correio ( para enviar os passaportes e posteriormente recebê-los já com o visto). Só da primeira vez é que fui à embaixada, em todas as outras foi sempre online (para preencher os formulários) e pelo correio. É rápido, normalmente em quinze dias temos o passaporte em casa com o visto.

Se quiserem por alguma razão contactar a embaixada, é melhor fazê-lo por email, a resposta é rápida, normalmente no dia seguinte. Se o fizerem por telefone é extremamente improvável que alguém vos atenda, é estranho mas é mesmo assim que funciona.

No que diz respeito aos transportes, convém comprar os bilhetes de avião com bastante antecedência para beneficiar de preços mais acessíveis. Em relação aos comboios, se forem fazer viagens mais longas, têm que comprar muito antes os bilhetes online senão quando chegarem à Índia é muito provável já não terem bilhetes disponíveis.

Se não gostam de calor, o melhor período para visitar a Índia é entre Novembro e Fevereiro, é também neste período que os preços são mais altos e há mais turistas. Já lá estive em todas as estações e cada uma tem as suas vantagens e desvantagens no que diz respeito à experiência que é estar na Índia. Em última análise o que mais importa é a atitude. Com a atitude certa, todas as experiências são enriquecedoras.

By |2015-07-11T19:28:41+00:00Julho 11th, 2015|Viagens|0 comentários

About the Author:

yogafaro.com representa um grupo de instrutores que divulgam o Yoga no Algarve.

Deixe o seu comentário